Monique Jeanne Marie Joseph Leclercq. O nome pode não soar familiar como o de Irmã Mônica, a conhecida religiosa que completou 100 anos no dia 15 de junho deste ano e que, desde 1968, desenvolve ações dedicadas à solidariedade e ao trabalho ao próximo em São Domingos do Prata. Ontem (5) ela recebeu mais uma homenagem em reconhecimento ao seu legado: a Medalha Desembargador Hélio Costa, pelos serviços prestados à coletividade.
Desde que chegou a São Domingos do Prata, há 51 anos, Irmã Mônica dedica-se ao voluntariado e à busca de justiça social, junto das irmãs dominicanas. Ela deu continuidade à formação de líderes rurais, projeto iniciado pelo Padre Antônio Sebastião Ferreira Barros (Titone), nas Obras Sociais São Domingos de Gusmão. Ministrou também os primeiros cursos de fruticultura e olericultura na cidade, colaborou com a fundação da Feira do Produtor e deu nova dimensão às Obras Sociais.
O trabalho dela foi fundamental para o crescimento físico, cultural, empresarial e social do município de São Domingos do Prata, implantando diversas ações sociais direcionadas aos bairros carentes e também à zona rural. Em 1998, para dar maior segurança ao patrimônio e obter mais desenvolvimento da população pratiana, as Obras Sociais São Domingos de Gusmão transferiram todo o seu patrimônio à Fundação Monique Leclercq, entidade criada com orientação e supervisão da Promotoria Pública.
Com o objetivo de “Educar para Crescer”, a Fundação Monique Leclercq, que carrega o nome e até hoje conta com o trabalho de sua centenária fundadora, atende crianças, adolescentes e jovens no contraturno escolar com atividades diversificadas como: apoio escolar, biblioteca, xadrez, inclusão digital, capoeira, música, artesanatos, esportes, noções de agropecuária, curso de mecânica e elétrica de autos, horta escola sustentável, artes cênicas, projeto jovem aprendiz, entre outros.
A diretoria da Fundação é feita totalmente por voluntários e o trabalho conta com apoio de pessoas físicas, empresas, comércios, poder Judiciário, Ministério Público, Prefeitura e Câmara Municipal, Irmãs Dominicanas, além de convênios diversos e vários projetos aprovados. No mês passado, o exemplo da Fundação despertou o interesse do proprietário da rede de farmácias Indiana, Alexandre Mattar, que foi apresentado às coordenadoras pelo empresário Lucien Marques. Mattar deseja criar uma fundação semelhante à Monique Leclercq em Teófilo Otonni, sede da empresa.

Projetos desenvolvidos

Atualmente, a Fundação desenvolve, entre outros, os projetos Mãos & Arte, Projeto de Matemática/Khan Academy, Formação Profissional em Mecânica e Elétrica de Autos e Horta Escola Produtiva Sustentável e Orquestra Arte & Som, cujos músicos se apresentam hoje à noite, no Destaque Acimon. (Fonte: A Notícia)

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário