A Câmara Municipal de João Monlevade recebeu na tarde desta sexta-feira (22) uma reunião para sanar dúvidas sobre os projetos de empréstimos solicitados pela prefeita Simone Carvalho (PSDB). Esses empréstimos, que somam R$14,4 milhões, serão contraídos junto ao Banco de Desenvolvimento das Minas Gerais (BDMG), e servirão para construir uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Novo Cruzeiro, pavimentar 25 ruas nos bairros Sion e Tanquinho e revitalizar a avenida Getúlio Vargas e as quadras esportivas da cidade .

Sobre as obras em Carneirinhos, Belmar Diniz (PT) questionou a falta de informações sobre como ficariam as redes de água, esgoto, eletricidade, telefone e telecomunicações. Por sua vez, Guilherme Nasser (PSDB) levantou a falta de plano de mobilidade para João Monlevade. O assessor de Governo, Eduardo Bastos, respondeu que o projeto executivo, que fornece os detalhes técnicos e operacionais das obras, será apresentado posteriormente, seguindo os critérios legais do processo licitatório. Respondendo a uma pergunta de Diniz, Bastos respondeu que os comerciantes da avenida Getúlio Vargas que estiverem com as calçadas adequadas ao padrão determinado terão preservados os seus passeios.

Sobre a urbanização do Sion, Belmar questionou a falta de padrão nas calçadas, já que muitos imóveis foram construídos sem respeitar os espaços mínimos das calçadas. Nasser, por sua vez, indagou se parte dos trabalhos não poderia ser custeada com recursos da própria Prefeitura. O secretário de Obras, Damião Teodoro, explicou que os prazos de conclusão das obras são flexíveis, enquanto Bastos explicou que as intervenções devem ser iniciadas em março. Durante as leituras dos projetos de lei, foi constatada e corrigida uma inconsistência: serão gastos R$1,6 milhão com a pavimentação, R$1,4 milhão com a construção da UBS 24 horas e R$1 milhão para recuperação de quadras esportivas.

No encontro, estiveram presentes os vereadores Guilherme Nasser, Sinval Dias (ambos do PSDB), Belmar Diniz, Gentil Bicalho (ambos do PT), Pastor Carlinhos (MDB), Thiago Titó (PDT), Cláudio Cebolinha (PTB) e Vanderlei Miranda (PL); além do assessor de Governo, Eduardo Bastos; dos secretários de Planejamento, Maria do Socorro Filgueiras, e de Obras, Damião Teodoro; do chefe do Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DAE), Cleres Roberto; do gerente da Caixa Econômica Federal (CEF) em João Monlevade, Thiago Franco; do secretário-executivo da Associação Comercial, Industrial e de Prestação de Serviços de João Monlevade (Acimon), Iarlei Fraga; e do presidente da Associação de Cooperação e Integração dos Portadores de Deficiência de João Monlevade (Acinpode), Elias Gonçalves. (Fonte: A Notícia)

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário